O Eterno Solitário

“O eterno solitário”

13 de junho de 1888 podia ter sido mais um dia de Santo António. Mas não foi.
Nesta data nasce, em Lisboa, o filho de Joaquim Pessoa e Maria Nogueira. Os pais dão-lhe o nome de Fernando António, homenageando assim o santo. […]

Joaquim morre quando o filho tem só cinco anos. Maria volta a casar com um diplomata e muda-se com a família para Durban, na África do Sul. Criado no meio de gente crescida e sem amigos da sua idade, Fernando Pessoa inventa companheiros de brincadeira. O primeiro é Chevalier de Pas, a quem mais tarde se junta Alexander Search. São estes amigos imaginários o ponto de partida para os heterónimos, personagens que funcionam como autores de algumas das suas poesias. Em África, o inglês torna‑se a sua língua de estudos e depois de escrita. Devora os clássicos e ganha mesmo um prémio […] com um dos seus textos. Aos 17 anos deixa a mãe e os irmãos em África e regressa a Portugal. Vem viver com a avó e duas tias. Ainda estuda Letras na Universidade de Lisboa, mas, para desgosto da família, não tarda a desistir.
Com a morte da avó, Fernando ganha uma pequena herança, graças à qual funda uma tipografia. […] o negócio acaba por falir. Torna-se, então, tradutor e correspondente comercial. Assim continuaria até ao fim dos seus dias.
O rei e o príncipe herdeiro são mortos, a 1 de fevereiro de 1908, mas Pessoa não se envolve na política. Mesmo assim, o seu amor pela pátria desperta. Quer mudar as coisas, fazer uma revolução…
Esse desejo passa-o ao papel em Mensagem, uma das suas mais importantes obras. Em 44 poemas, Fernando homenageia os feitos dos portugueses ao longo da história e deseja que estes se repitam. Mensagem é publicado em 1934, um ano antes da sua morte.
Aliás, é o único livro de poesia de Fernando Pessoa a ser editado em vida, à exceção dos poemas em inglês.
A República é instaurada em 1910. […] Pessoa conhece, então, muitos escritores esperançados nesta mudança. Torna-se amigo, sobretudo de Mário de Sá-Carneiro que, vivendo em França, lhe conta as novidades daquele país onde tudo acontece primeiro.
Em 1914, o poeta cria os seus mais famosos heterónimos. É preciso não confundi-los com pseudónimos, que são nomes usados pelos escritores para assinar os seus livros. Os heterónimos são, sim, personagens com vida própria. Eles têm data de nascimento e morte, profissão, […] aventuras e desventuras. Conhecem-se muitos e muitos heterónimos de Pessoa, mas aqueles mais falados são Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos: três homens com vidas e estilos de escrita completamente diferentes.
Fernando é um dos fundadores da Orpheu, revista trimestral que em 1915 quer mostrar uma nova poesia. A acompanhar Pessoa estão o seu amigo Sá-Carneiro, Almada Negreiros e o heterónimo Álvaro de Campos.
O primeiro número deixa as pessoas escandalizadas, mas esgota num abrir e fechar de olhos. Quer a sorte que a revista não dure muito. […]
Em 1916, Fernando Pessoa tem outro desgosto: a morte do padrasto. A mãe e o resto da família vêm então viver com ele para a rua Coelho da Rocha, em Lisboa, local onde hoje está a Casa Fernando Pessoa. […]
Mesmo muito dedicado à poesia, Fernando ainda tem tempo para se apaixonar. […] Tem uma paixão confessa – Ofélia Queirós – com a qual mantém uma relação muitas vezes distante, se bem que intensa. Ele tem 31 anos, ela apenas 19 quando se conhecem. […]
Da sua carreira faz parte a famosa frase “Primeiro estranha-se, depois entranha-se”, que nada mais é que um slogan para um anúncio da Coca‑Cola que nunca chegou a ser usado porque o Governo acabou por proibir a venda da bebida. A Astrologia faz também parte das suas paixões. Graças a ela cria Raphael Baldaya, outro heterónimo responsável por um livro sobre o tema. Fernando Pessoa despede-se da vida a 30 de novembro de 1935. Cinquenta anos mais tarde, os seus restos mortais são trasladados para o Mosteiro dos Jerónimos, onde repousam ao lado de outro enorme poeta: Luís de Camões.

in Filhos da Nação, Luís de Camões, Fernando Pessoa e Eça de Queirós, QuidNovi, 2010
(adaptado e com supressões)

 

Anúncios

Sobre LOGOS - Filipa e Kika

ACTIVIDADES -Explicações Individuais e Grupo -Preparação Exames Nacionais -Preparação dos Exames dos 23 anos -Preparação Alunos de CLIL (Colégios De Língua Inglesa) - Trabalhos Universitários -Traduções DISCIPLINAS Matemática Físico-Química Geometria Descritiva Português Inglês Espanhol Filosofia História de Arte
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.