Testes Intermédios

As datas dos testes intermédios já estão disponíveis no site do GAVE:

http://www.gave.minedu.pt/np3content/newsId=9&fileName=Info_EE_Alunos_2010_2011.pdf

Realizados pela primeira vez no ano lectivo de 2005/2006, os testes intermédios, têm como principal objectivo a melhoria das aprendizagens dos alunos dos ensinos Básico e Secundário, assim como a familiarização com o tipo de prova de exame que irão realizar. 

Estes são disponibilizados pelo GAVE ao longo de cada ano lectivo, no entanto a sua aplicação em cada estabelecimento de ensino é facultativa, pois a adesão ao projecto e as implicações que as classificações dos testes possam ter no processo de avaliação interna dos alunos são da responsabilidade dos órgãos de decisão pedagógica e executiva da escola.

No presente ano lectivo os testes intermédios envolvem as disciplinas de:

  • Língua Portuguesa e de Matemática para o 1º ciclo do ensino básico (2ª classe)
  • Língua  Portuguesa, Matemática, Ciências Físico-Químicas, Ciências Naturais, Geografia, História e Inglês, para o 3ª ciclo do ensino básico (8º e 9º anos)
  • Biologia e Geologia, de Físico-Química A, de Matemática A e Filosofia, para o ensino secundário.

Para o 3º ciclo do ensino básico e para o secundário as provas têm a duração de 90 minutos. Nas escolas em que são adoptadas, estas provas seguem um calendário específico e são realizadas por alunos entre o oitavo e o décimo segundo ano.

As opiniões sobre estas provas não são consensuais, porque nem todas as escolas as realizam e porque o peso que têm na avaliação final dos alunos é diferente. Isto é, os testes intermédios podem ser um elemento de avaliação com um peso igual ou menor do que os outros testes realizados ao longo do ano, ou não ter qualquer peso na avaliação de final de período.

A grande maioria dos alunos considera os testes intermédios positivos para a aprendizagem e um bom elemento de preparação para os exames a que vão ser submetidos no final de cada ciclo, já que os exercícios constituintes destas provas são semelhantes aos exercícios dos exames nacionais.

Os testes intermédios incidem em toda a matéria leccionada até ao momento, ao contrário dos testes internos que apenas avaliam determinada parte da matéria. Assim, os testes intermédios requerem muito mais tempo de estudo e de preparação do que um teste comum.

Em suma, a inclusão destes testes nos diferentes estabelecimentos de ensino tem aumentado com o aumento das disciplinas que estes abrangem, o que nos mostra a importância que estes podem ter na preparação dos jovens para os seus exames nacionais e para o seu sucesso nestes.

 

Anúncios

Sobre LOGOS - Filipa e Kika

ACTIVIDADES -Explicações Individuais e Grupo -Preparação Exames Nacionais -Preparação dos Exames dos 23 anos -Preparação Alunos de CLIL (Colégios De Língua Inglesa) - Trabalhos Universitários -Traduções DISCIPLINAS Matemática Físico-Química Geometria Descritiva Português Inglês Espanhol Filosofia História de Arte
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.